Dúvida muito comum entre mulheres e motivo de preocupação para os homens. E nós como profissionais de saúde sempre somos questionados pelos pacientes.


A menstruação é uma descamação do endométrio (parede interna do útero) resultado de um preparo do organismo para receber uma gravidez que não aconteceu. É um momento em que o útero está “dissolvendo” as paredes e por isso uma gravidez nessa fase torna-se dificultada, pois não existem condições favoráveis para tal. Mas, embora seja raro, em algumas mulheres cujo ciclo menstrual é irregular e por isso possuem uma janela fértil imprecisa, é possível engravidar durante a menstruação SIM, embora seja bem raro!

A concepção ocorre quando um óvulo e um espermatozoide se encontram em uma das trompas. Em algum momento no meio de um típico ciclo menstrual de 28 dias, geralmente entre o 12o e o 16o dia, um óvulo amadurece em um dos ovários. O ovário libera então o óvulo até o abdome, onde ele é rapidamente recolhido pela abertura em forma de tulipa da trompa (ou tuba uterina) mais próxima.

Um óvulo consegue sobreviver na trompa por cerca de 24 horas depois de ter sido liberado pelo ovário. Assim sendo, a única maneira de engravidar é se um espermatozoide estiver presente na região durante esse intervalo. Caso o óvulo não seja fertilizado, ele se desmancha junto com a parede uterina durante a menstruação.

Imaginemos que uma mulher no 7º dia de menstruação, ou seja, 7 dias de ciclo, já com uma perda muito pequena de sangue, resolve ter relações sexuais desprotegidas imaginando não haver perigo por ainda estar menstruada. Se esta mulher tiver ciclos ovulatórios muito curtos ela pode ovular poucos dias após o início da menstruação, digamos que ele ovule no dia 10. Como o espermatozoide pode sobreviver no sistema reprodutor feminino até 3 a 6 dias, existe a chance de este encontrar um óvulo e fecundá-lo. A relação sexual ocorreu durante a menstruação, mas fecundação se deu alguns dias depois.

Então pessoal planejamento familiar sempre! Camisinha e anticoncepcional são as principais ferramentas.

 

Gostou? Compartilhe!