Saiba tudo sobre a especialidade enfermagem do trabalho; sua história, o que faz esse profissional, a sua função na equipe e seu salário. 


 

HISTÓRIA DA ENFERMAGEM DO TRABALHO

No Brasil a primeira escola de enfermagem foi criada e 1890 no Hospital Pedro 2º. O exercício de enfermagem no Brasil foi regulamentado em 1931. Em 1955 foi aprovada a Lei do exercício Profissional de Enfermagem no Brasil. Em 1959 aconteceu uma Conferência Internacional do Trabalho e, nesta, houve a recomendação de numero 112 da Organização Internacional do Trabalho (OIT) que conceituou a Medicina do Trabalho, mas limitando-se a intervenção médica.

Em 1963 foi incluído nos cursos médico o ensino de medicina do trabalho. Com a OIT as normas sobre a proteção a saúde e integridade física do trabalhador ganharam forças, contribuindo bastante na prevenção de acidentes e doenças do trabalho. Logo em seguida, em 1964, (UERJ) incluiu a disciplina de saúde ocupacional no curso de graduação.

O auxiliar de enfermagem do trabalho foi incluído na equipe de saúde ocupacional em 1972 pela portaria nº.3.237 do ministério do Trabalho. Empresas com mais de 100 empregados, centralizada ou não num mesmo local, a existência de um Serviço de Saúde Ocupacional, composto. Pelos seguintes profissionais; medico do trabalho, Engenheiro de segurança, Técnicos em segurança e Auxiliar de enfermagem do trabalho.

historia da enfermagem

A enfermagem do trabalho tem, nesta área, um vasto campo para desempenhar suas funções, quer na prestação de assistência de enfermagem trabalhadores da empresa e aos seus dependentes, quer assumindo funções administrativas, educativas, de integração e de pesquisa. Em 1973 criou-se o COFEN e COREN.

A inclusão do enfermeiro do trabalho na equipe de saúde ocupacional aconteceu por meio da portaria nº3. 460 do ministério do trabalho, em 1975. Neste mesmo ano criou-se no Rio Grande do Sul o primeiro sindicato de enfermagem.

A história da enfermagem do trabalho no Brasil é bastante recente. Inicialmente a assistência de enfermagem do trabalho era vista mais como atendimento emergencial na empresa, o que não valoriza muito. Contudo, o espaço para o desempenho profissional, principalmente do enfermeiro do trabalho esta se ampliando a cada dia, seja na assistência direta aos trabalhadores e familiares ou no desempenho de funções administrativa, educacionais, de integração ou de pesquisa.

 

ESPECIALIZAÇÃO EM ENFERMAGEM DO TRABALHO

O enfermeiro do trabalho é todo enfermeiro graduado, que possui curso de especialização em enfermagem do trabalho, é membro e líder da equipe de enfermagem do trabalho e presta serviço ao paciente, em ambulatórios, em setores de trabalho e em domicílio a execução de atividades relacionadas aos serviços de higiene, medicina e segurança do trabalho, integrando equipes de estudos.

Enfermagem do Trabalho participará com o Enfermeiro na preparação de projetos e aplicar análises de prevenção de doenças relacionadas ao trabalho, incluindo táticas de controle e sugerindo mudanças necessárias para identificar riscos que possa resultar em doenças ocupacionais além de auxiliar a preparação e execução de projetos para investigação sobre saúde do trabalhador, para promover a educação na prevenção de acidentes, de doenças ocupacionais e de treinamento relacionado à prevenção da saúde do trabalhador.

Cabe a ele a coleta de dados de doenças ocupacionais, realização de averiguações sanitárias, coleta de dados estatísticos de morbidade e mortalidade de trabalhadores e etapas precedentes aos estudos epidemiológicos.

 

AÇÕES DO ENFERMEIRO DO TRABALHO

1. Prestar assistência de enfermagem ao paciente, prescrever ações, realizar procedimentos de maior complexidade, solicitar exames, prescrever medicamentos, conforme protocolo pré-existente, estudar as condições de higiene da empresa, avaliar a assistência prestada pela equipe de enfermagem.

2. Padronizar normas e procedimentos de enfermagem e acompanhar o processo de trabalho.

3. Planejar ações de enfermagem, levantar necessidades e problemas, diagnosticar situações, estabelecer prioridades e avaliar resultados.

4. Programar ações para promoção da saúde, participar de trabalhos de equipes multidisciplinares, definir estratégias de promoção da saúde para situações e grupos específicos.

5. Participar, conforme a política interna da Instituição, de projetos, cursos, eventos, comissões, convênios e programas de ensino, pesquisa e extensão.

6. Elaborar relatórios e laudos técnicos em sua área de especialidade.

7. Participar de programa de treinamento, quando convocado.

8. Trabalhar segundo normas técnicas de segurança, qualidade, produtividade, higiene e preservação ambiental.

9. Executar tarefas pertinentes à área de atuação, utilizando-se de equipamentos e programas de informática.

10. Executar outras tarefas compatíveis com as exigências para o exercício da função.

 

ENTREVISTA COM ENFERMEIRA ESPECIALISTA

ENFERMAGEM DO TRABALHO PÓS-GRADUAÇÃO – GRADE CURRICULAR

Esta é uma grade curricular padrão, pode haver diferenças entre diferentes instituições.

Enfermagem do Trabalho

Epidemiologia e Vigilâncias em Saúde

Gestão de Resíduos e Meio Ambiente

Metodologia da Pesquisa e da Produção Científica

Planejamento e Gerenciamento de Emergências, Desastres e Epidemias

Saúde Laboral e Doenças Ocupacionais

Saúde Mental no Trabalho

Saúde Preventiva e Promoção da Saúde

Segurança do Trabalho e Prevenção de Acidentes

Trabalho de Conclusão de Curso

 

TÉCNICO EM ENFERMAGEM DO TRABALHO

O Técnico em Enfermagem do Trabalho é o profissional com formação Técnica em Enfermagem que atuará, por força de lei, em empresas públicas e privadas ou em órgãos oficiais, como integrante dos serviços especializados em engenharia de segurança e medicina do trabalho, coparticipando com o enfermeiro no planejamento, programação, orientação e execução das atividades de enfermagem do trabalho, nos três níveis de prevenção, integrando a equipe de saúde do trabalhador.

Para atender às necessidades inerentes à sua função, o Técnico em Enfermagem do Trabalho participará com o Enfermeiro na elaboração de projetos e aplicar análises de prevenção de doenças relacionadas ao trabalho, incluindo estratégias de controle e sugerindo mudanças necessárias para identificar riscos que possa resultar em doenças ocupacionais além de auxiliar a elaboração e execução de projetos para investigação sobre saúde do trabalhador, para promover a educação na prevenção de acidentes, de doenças ocupacionais e de treinamento relacionado à prevenção da saúde do trabalhador.

tecnico em enfermagem

O Técnico de Enfermagem do Trabalho dominará o contexto legal da sua prática profissional, informando e orientando pessoas sobre os riscos de doenças ocupacionais e profissionais existentes e apresentando meios, técnicas e treinamentos adequados à prevenção e controle.

Como integrante da instituição desenvolverá suas atividades profissionais participando no desenvolvimento de programas voltados para grupos de risco (hipertensos, alcoólatras, obesos, diabéticos, etc) e em trabalho familiar de forma integrada e ética, em equipes multidisciplinares de saúde e segurança do trabalho e com demais profissionais envolvidos nos ambientes da empresa/instituição.

O profissional deverá apresentar bom relacionamento interpessoal, responsabilidade, iniciativa, senso de observação acurado, capacidade de autogestão e autocontrole.

A sua prática profissional estará pautada na observação dos princípios éticos e legais da profissão, no respeito ao cliente, à equipe multidisciplinar, nas normas de biossegurança e segurança no trabalho.

 

ENFERMAGEM DO TRABALHO SALÁRIO

Há muita variação no que tange o salário dessa categoria, o salário de inicio de carreira fica próximo a 2.000 reais, dependendo de vários fatores como empresa contratante, cidade, tempo de serviço o salário pode chegar há 5.770 reais. Esse valor está sendo pago para os profissionais que trabalham na Petrobras.

 

Saiba mais sobre enfermagem offshore

 

Saiba mais sobre salário da enfermagem

 

Gostou? Compartilhe!