Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Parto natural domiciliar é um tema que causa muita discussão entre os profissionais de saúde, esse vídeo retrata uma prática pouco utilizada, mas altamente recomendada.

Uma importante questão a ser esclarecida é que o termo “Parto humanizado” não pode ser entendido como um “tipo de parto”, onde alguns detalhes externos o definem como tal, como o uso da água ou a posição, a intensidade da luz, a presença do acompanhante ou qualquer outra variável. A Humanização do parto é um processo e não um produto que nos é entregue pronto.

Acredito que estamos a caminho de tornar cada vez mais humano este processo, isto é, tornar cada vez mais consciente a importância de um processo que para a humanidade sempre foi instintivo e natural e que por algumas décadas tentamos interferir mecanicamente, ao hospitalizarmos o nascimento e querer enquadrar e mecanizar em um formato único as mulheres e o evento parto.

O termo “humanização” carrega em si interpretações diversas. A qualidade de “humano” em nossa cultura quase sempre se refere à ideia arraigada na moral cristã de ser bom, dócil, empático, amável e de ajudar o próximo. Nesse contexto, retirar a mulher de seu “sofrimento” e “acelerar” o parto através de medicações e de manobras técnicas ou cirúrgicas e é uma tarefa nobre da medicina obstétrica e assim vem sendo cumprida.

Mas há um, porém neste tipo de intervenção. Um olhar mais atento na prática atual da assistência ao parto revela uma enorme contradição entre as intervenções técnicas ou cirúrgicas e as suas consequências no processo fisiológico do parto e na saúde física e emocional da mãe e do bebê. Um olhar ainda mais atento nos processos culturais, emocionais, psíquicos e espirituais envolvidos no parto revela novo e norteadores horizontes, tal qual a importância, para mãe e filho, de vivenciar integralmente a experiência do parto natural.

Eleonora de Moraes

 

ENFERMEIRO OBSTETRA ESTÁ APTO A REALIZAR PARTO NATURAL DOMICILIAR

A Lei n 7.498/86 do exercício profissional de enfermeiras obstetras e obstetrizes garante que esses profissionais são aptos a assistir ao parto normal de baixo risco e realizar todos os procedimentos necessários para garantir a segurança da mulher e do bebê, seja o parto no hospital, casas de parto ou domicílio. São profissionais capacitados a identificar situações de risco que possam requerer cuidados médicos específicos.

TEXTO DE SABRINA FERIGATO

Segundo Spinoza, quando algo afeta um corpo, essa afetação diz mais do corpo afetado do que do acontecimento que motivou esse afeto. Concordo com ele. Ou seja, se o vídeo está tendo uma repercussão como essa, e não por acaso mulheres de cidades tão diferentes estão me escrevendo e compartilhando esse vídeo, isso não diz respeito apenas a um vídeo bonito. Isso é a expressão da força que vem ganhando o movimento pró parto humanizado, é a expressão da resistência de muitas mulheres que se identificam e que se inspiram em resgatar o protagonismo em relação ao seu corpo e à seus partos, ou a expressão de um desejo de resgate do verdadeiramente feminino escondido no coração de muitas mulheres.

Desde que meu caso virou minha causa, procuro gritar para as mulheres que querem escutar para que elas não abram mão de uma experiência respeitosa de parto, para que não deixem que a medicina ou qualquer outra profissão decidam isoladamente os rumos de um momento tão significativo em suas vidas. Independente de ser um parto domiciliar ou hospitalar (o local e o profissional deveriam ser escolhidos pela mulher a partir de seus próprios referenciais); natural, normal, cesariana (que quando bem indicada é um instrumento para pode salvar vidas); que possa ser um parto humanizado, em outras palavras, um parto assistido, seguro, com intervenções apenas quando necessário e respeitando às necessidades e desejos da mãe, do bebe e do pai.

Parto natural - Sabrina

Para encerrar: Pelo fim das perseguições, às parteiras e obstetrizes. Pela libertação de Gereb Agnes, pela admiração à memória de Caroline Lovell, e pelo resgate da dignidade e responsabilidade em relação aos partos no Brasil.

Muito obrigada pelo carinho de todos, pelo lindo trabalho da equipe Samaúma e pela sensibilidade dos profissionais do Além D’Olhar fotografia, que transformou um momento tão especial em imagens que estão inspirando almas humanas por esse mundo a fora.

 

Gostou? Compartilhe!!!

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.