Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Equipe de enfermagem se revezou durante 18 horas em um respirador manual para garantir a vida de um paciente de 65 anos em Trindade do Sul, no norte do Rio Grande do Sul.

Após sofrer uma parada cardíaca no início da madrugada desta segunda-feira (30), um idoso precisou esperar quase 18 horas por um leito de UTI na região Norte do Rio Grande do Sul. Teodoro da Rocha, de 65 anos, foi hospitalizado em Trindade do Sul. No entanto, a instituição não possuía vaga de tratamento intensivo. A família entrou na Justiça, para conseguir uma vaga.

Para manter o paciente vivo, a equipe de enfermagem precisou fazer revezamento para bombear ar de forma manual. “A gente improvisou uma estrutura mínima para manter ele respirando, com os sinais vitais”, explicou o médico cirurgião Claudinei Gugel Machado.

Uma liminar, concedida pelo juiz do município, determinou a transferência imediata do idoso. “Eles estão sendo obrigados a escolher quem vive e quem morre, essa é que é a verdade”, afirmou o advogado Uelinton Paulo Nath Santin.

Além da vaga, a liminar solicitava ao estado a disponibilização de uma UTI móvel para o transporte do paciente. No fim da tarde desta segunda-feira (30), a família conseguiu um leito de UTI no Hospital de Passo Fundo, a 110 quilômetros de Trindade do Sul. “A gente sempre tenta manter a esperança, mas chega um ponto em que não tem onde buscar mais força” desabafou o filho do idoso, Marcelo da Rocha.

 reportagem

 

Gostou? Comente, compartilhe!!!

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.