Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Através da música, a técnica em enfermagem Iria de Sá Pinheiro, de 49 anos, transformou a realidade de crianças e jovens do assentamento Bom Jesus.

Comunidade rural do município de Tartarugalzinho, a 230 quilômetros de Macapá. Com o seu 13º salário, em 2009 ela comprou 42 flautas e montou o projeto Florescer, onde oferta aulas de música gratuitas para os filhos dos agricultores da comunidade.

A ideia foi crescendo e logo conquistou os 650 habitantes do local, que foram incentivados por Iria a se dedicar à música. Como a comunidade é carente, a técnica em enfermagem ajudou os moradores a financiar novos instrumentos que formam hoje a Orquestra Florescer, que conta com 42 integrantes. Eles tocam, além de flauta, saxofone, trombone e trompete.

“É um investimento que valeu a pena. Tudo que se faz pela educação não tem preço. Tenho certeza que mudei e estou mudando a realidade do Bom Jesus. Quando cheguei aqui, há 14 anos, eu olhava para os meninos e não via nos olhos deles uma perspectiva de futuro, daí resolvi mudá-los pela música”, contou Iria, que realiza o trabalho totalmente voluntário junto com o marido.

 

O INÍCIO

A formação do projeto ocorreu apenas em 2009, ocasião em que a técnica em enfermagem acreditou e teve condições de bancar o projeto, segundo conta. As noções de música que repassa aos alunos Iriam aprendeu na época em que cursou seminário. Essas lições foram repassadas para os 3 filhos que estudaram na Escola de Música Walkíria Lima, em Macapá, e hoje auxiliam a mãe a ministrar as aulas.

As aulas acontecem na escola estadual da comunidade. Inicialmente, eram voltadas para as crianças, mas com o passar do tempo, alguns adultos também se interessaram em participar da orquestra. As primeiras apresentações limitaram-se ao local onde moravam, até que surgiu o primeiro convite.

“Um morador de Tartarugalzinho, em visita a Bom Jesus, nos viu tocando e se encantou pelo som. Daí ele nos perguntou se aceitava o desafio de reger a orquestra na praça da cidade. Eu aceitei. Mesmo com uma plateia significativa tocamos no palco da praça”, descreve. Desde então, os convites foram aparecendo. Em Macapá, a Orquestra Florescer já se apresentou no Museu Sacaca, no Teatro das Bacabeiras e na Expofeira Agropecuária.

Ao todo, Iria conta que já ofertou aulas de música para mais de 100 pessoas da comunidade. Atualmente, com a ajuda de patrocínios, o projeto se expandiu e oferta também aulas de informática, com 4 computadores para os moradores do Bom Jesus.

 

 

 

Gostou? Compartilhe, comente!

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.