A técnica da sonda nasogástrica é utilizada para alimentar o paciente incapacitado de alimentar-se naturalmente, drenar o conteúdo gástrico e preparar para determinadas cirurgias ou exames.


MATERIAL

  • Bandeja
  • Sonda gástrica LEVINE nº 16 ou 18
  • Seringa de 20 ml
  • Gaze
  • Toalha de rosto
  • Xilocaína gel
  • Fita adesiva
  • Estetoscópio
  • Biombo s/n
  • Luvas de procedimento
  • Saco plástico para resíduos

 

PROCEDIMENTO DA SONDA NASOGÁSTRICA

  1. Prepare a bandeja com o material necessário para o procedimento.
  2. Oriente o paciente sobre o cuidado.
  3. Elevar a cabeceira da cama (posição Fowler – 45º) com a cabeceira inclinada para frente.
  4. Proteger o tórax com a toalha e limpar as narinas com gaze.
  5. Calçar luvas.
  6. Verifique o uso de próteses dentárias móveis, solicitando ao paciente para retirá-las.
  7. Medir a sonda do lóbulo da orelha até a ponta do nariz e até a base do apêndice xifoide.

  8. Marcar com adesiva.
  9. Lubrificar a sonda com xilocaína.
  10. Solicite ao paciente para encostar o queixo no tórax.
  11. Introduzir a sonda em uma das narinas pedindo ao paciente que degluta.
  12. Introduzir até a marca do adesivo.

  13. Observar sinais de cianose, dispneia e tosse.
  14. Comprovar se a sonda está no local.
  15. Fixar a sonda não tracionando a narina.
  16. Em caso de drenagem, adapte um coletor de sistema aberto à extremidade da sonda.
  17. Deixe o ambiente em ordem e o paciente confortável.
  18. Providenciar a limpeza e a ordem do material.
  19. Tirar as luvas e lavar as mãos.
  20. Anotar o cuidado prestado e as observações feitas.

 

 TESTES DE LOCALIZAÇÃO DA SONDA NASOGÁSTRICA:

Teste 1: Pedir ao paciente para falar, HUMM.

Teste 2:Examinar a parede posterior da faringe, com lanterna.

Teste 3:Conectar a seringa à sonda e aspirar verificando se reflui conteúdo. Se não for obtido o conteúdo gástrico, coloque o paciente em decúbito lateral esquerdo (DLE) e aspire normalmente.

Teste 4 :Conectar a seringa à extremidade da SNG. Colocar o diafragma do estetoscópio sobre o hipocôndrio e, imediatamente abaixo do rebordo costal. Injetar 15 a 20 cm³ de ar, enquanto auscultar o abdome do paciente.

Teste 5: utilizando de fitas reagentes medir o Ph do conteúdo gástrico.

 

Obs: Não é mais utilizada a teste de localização com copo de água segundo orientação do COREN.

Vídeo 1 – Sonda nasogástrica

 

Vídeo 2

 

 

Gostou? Compartilhe ou deixe seu comentário!